quarta-feira, julho 30, 2014

this feels like falling in love


"Seu corpo deve pertencer somente aqueles que se apaixonam pela sua alma." 

 Eu era do tipo que lia livros românticos em que a garota se casava com o amor de infância e via filmes românticos em que casais completamente diferentes um do outro se apaixonavam e ficavam juntos, pelo menos até o fim do filme. E eu acreditava neste tipo de amor. Amor lindo, puro e sem defeitos. Amor impossível. Sonhava em conhecer meu príncipe encantado, o amor da minha vida, minha alma gêmea.

Mas, depois de tanto acreditar nessa besteira toda e sempre quebrar a cara por nada na minha vida ser como os filmes e os livros, eu encontrei você. Você que não era o amor da minha vida, meu príncipe encantado ou minha alma gêmea. Você, que entre todos, era só mais um. Você que se tornou meu melhor amigo, e eu a sua. Você, que me ouvia horas e horas no telefone reclamando de cada coisinha que meus namorados faziam. Você, que vinha assistir filme de romance comigo, mesmo não acreditando no amor, enquanto meus namorados passavam noites em bares, sem mesmo me ligar pra avisar onde estavam. Você, que foi comigo aos casamentos da família, aos enterros também.

E de repente, eu abri os olhos. E você estava lá. Assim como esteve em todos os momentos. Eu percebi que te amei por todo esse tempo, mas demorei pra perceber. Te amei quando você me apresentava suas namoradas magrelas que só se preocupavam com o cabelo. Te amei quando você beijou minha testa e segurou minha mão no enterro da minha mãe. Te amei quando você me fez drinks e cantamos Guns N' Roses de lingerie e cueca. Te amei quando você me beijou, daquele seu jeito desajeitado e gentil. Te amei quando segurou meu cabelo enquanto eu vomitava, por beber tanto.

E eu te amo. Te amo porque você não concorda com as minhas manias loucas, do tipo que só posso dormir do lado esquerdo da cama, virada pro lado direito, e porque só consigo andar de carro ouvindo música e com o vento batendo contra meu rosto durante a viagem toda, mas você as entende e as aceita. Assim como eu te aceito. Com todos os seus defeitos. Acredite, eu não planejei me apaixonar por você. Justo eu que faço tudo planejadamente. Cada minuto do meu dia é planejado com antecedência. E justo eu que sempre tive medo de me entregar, sempre tive medo de ser eu mesma, sempre tive medo de dizer o que sinto. E aqui estou eu, te dizendo de boca cheia e coração aberto: eu estou apaixonada por você.

8 comentários:

  1. Sério , esse texto traduz tudo o que eu to sentindo agora

    ResponderExcluir
  2. É muito fácil idealizar o "par perfeito", não permitindo defeito ou diferenças de gostos. Bom mesmo é assim, quando acontece do nada sem a gente perceber. Pena que é difícil achar alguém assim, sorte que já encontrei o meu menino <3 Belo texto!

    ResponderExcluir
  3. Como é bom encontrar um grande amor. Gostei muito do seu texto.
    Estou te seguindo. Bjus!

    galerafashion.com

    ResponderExcluir
  4. Que texto maravilhoso! O amor acontece quando menos esperamos; nos apaixonamos devagar, por uma pessoa comum, longe de ser o príncipe encantado. E é quando nos vemos amando alguém que percebemos que os verdadeiros príncipes são os caras normais, que estão do seu lado em todos o momentos, compartilhando defeitos e exibindo qualidades inimagináveis.
    Adorei. Seu espaço é lindo!
    Beijos, Cyn.
    http://ograndetalvez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. nossa lindo texto, parabéns!
    Beijos
    http://www.estiilocarol.com.br/

    *Estou seguindo amore!

    ResponderExcluir
  6. Que lindoooooooooooo! ♥ A M E I

    Visite-nos! Beijos. <3

    ResponderExcluir
  7. ótimo texto!!
    Me identifiquei bastante, inclusive...rs
    Bjs, Lu - http://resenhasdalu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir